Dicas de como comprar um veículo sem se endividar

carro, automóvel, comprar, financiamento, financiar, endividar, dívida, dicas

Inadimplência. Uma palavra feia, pesada e muito da problemática dependendo daquilo que você vai precisar fazer ali pra frente – seja uma emergência que dependa de um empréstimo do banco, seja para abrir uma conta nova no banco.

E quando falamos de inadimplência, com certeza um dos momentos que as pessoas mais dão um passo maior que as pernas é na hora de comprar um carro.

Sendo novo ou usado, de luxo ou popular, para passeio ou para trabalho, se você não conseguir avaliar bem todos os detalhes, pode ser que você não consiga arcar com suas responsabilidades financeiras, dando um passo maior que as pernas e tendo muita dor de cabeça para enfrentar lá na frente. Por isso, fique atento. Temos algumas dicas importantes aqui para você não se perder entre um passeio de carro ou o boleto que ele rendeu.

O que pesar na hora de pensar no carro

A primeira coisa que é indispensável que você leve em consideração é a sua necessidade. Pergunte-se sinceramente: eu realmente preciso de um carro? Não existem métodos alternativos de eu lidar com minha locomoção? Se houver, leve isso em consideração. E não é nem que você não vá comprar o carro, mas talvez esse seja o caso em que você sabe que não precisa de um carro assim tão imponente, do ano e com todos os acessórios necessários. Se você vai trabalhar com o veículo, por exemplo, talvez seja o caso de já escolher algum veículo fadado a ser realmente usado sem dó, econômico e confortável para a cidade.

A compra de um carro é um grande investimento, e isso no mundo do marketing é chamado de compra por envolvimento. O contrário dessa compra é a compra por impulsão. Você não deve jamais escolher um carro no calor do momento. Isso pode ser um erro muito grande, já que é sempre algo que você vai precisar dedicar muito tempo e dinheiro. E, lembre-se: um carro ainda tem seus gastos com combustível, impostos e segurança. Afinal, ninguém vai querer comprar um carro para deixa-lo à mercê da sorte, não é?

Outra dica muito legal é ver qual será o valor da parcela do financiamento e por 3 mês guardar o valor da parcela. Se ao final do terceiro mês você não estiver apertado e com problemas na conta bancária, ótimo, pois a maior parte das pessoas que financiam um veículo acabam se endividado após 3 meses e com isso perdem o bem. Se você conseguir guardar o dinheiro por 3 meses, você poderá aproveitar esse valor para dar de entrada no carro, ou pagar a documentação ou então, deixá-lo guardado para futuras emergências. Pense nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*