Diferença entre os tipos de tintas existentes

Pintar a casa

No momento de escolher a tinta adequada para um uso determinado, é preciso saber primeiro que a decisão não se limita à seleção de cores. Além da gama de tons variados, cada tipo de pigmento

apresenta características que o torna mais indicado para finalidades específicas. Por isso, para que se obtenha o melhor resultado, o ideal é que essas funções sejam conhecidas e respeitadas.

A tinta cal, por exemplo, tem preço acessível e costuma ser usada em muros, pois deixa um acabamento mais rústico. É eficiente na proteção de paredes, mas não serve para finalizações refinadas. Um fator positivo desse tipo de tinta é que ela pode ser combinada com pigmentos fabricados ou naturais, tornando-se assim mais versátil.

A tinta óleo é amplamente utilizada na pintura de madeiras, ferros e paredes. Em versão fosca ou brilhosa, garante um arremate muito bonito e sua base oleosa auxilia na impermeabilização dos materiais. Por ser lavável, também é indicada para ambientes externos. Já a esmalte, tanto a sintética quanto a comum, apresenta-se como alternativa quando o objetivo é conseguir um acabamento de alta qualidade e coloração vibrante. Atualmente, é possível encontrar tinta esmalte feita à base d’água e, portanto, mais resistente a intempéries, luz e chuvas do que suas predecessoras. Porém, continua sendo de uso difícil por causa do odor forte e secagem lenta que tem. Para diluí-la e limpá-la, é preciso utilizar aguarrás. Entre as principais recomendações de aplicação estão as pinturas de azulejos, madeiras e também de metais.

Outra tinta apropriada para azulejos é a epóxi. Bastante resistente a produtos químicos, trabalhar com ela exige conhecimento profissional. Por conta de sua excelente durabilidade, esse pigmento é uma boa escolha para cobrir pisos de garagens e outros estabelecimentos em que haja muito trânsito de veículos. Frequentemente usada em madeira, a tinta verniz, que pode ser fosca ou com brilho, age como uma espécie de camada protetora para a superfície.

A tinta acrílica é um das mais populares devido à ótima cobertura que proporciona. Pode ser diluída com água, ou seja, é de fácil utilização e lavagem. Por sua secagem rápida e odor mais suave, é comumente aplicada em espaços internos. Paredes pintadas com acrílico não costumam ficar amareladas com o passar do tempo. De todas as opções no mercado, a tinta PVC, também chamada de látex, é a mais econômica. Ela é quase exclusivamente empregada em áreas internas, sobre rebocos, gessos e fibrocimento.

Com essas informações, fica mais simples acertar na compra da tinta certa para cada necessidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*